sexta-feira, 11 de abril de 2014

Dias infernais #1: O Arquivo

Hoje tinha um tema super interessante para postar aqui hoje. Mas já não me lembro qual é. Acho que o estudo que me anda a fazer mal à mona... (Pantufa, se me estás a ouvir, depois lembra-me sobre que palermice coisa extremamente interessante é que conversamos hoje durante o estudo e sobre a qual eu ia blogar! Obrigados =P ).

Como nada mais flagrante ocorreu na minha vida nas últimas horas, vou remeter-me para a experiência infernal do dia: o arquivo.

Como os ânimos andam um pouco mais calmos lá o no estabelecimento (no escritório), já que no domingo começam as férias judiciais por época da páscoa, estamos um pouco mais desafogadas de trabalho ("desafogadas" é mesmo a palavra certa, tendo em conta que qualquer dia não consigo ver a janela com a quantidade de papelada que chego a ter à minha volta...). Por isso, a tarefa que ora se impõe é: organizar o arquivo.

O inferno está instalado. Quer dizer... se o inferno estivesse, efectivamente, instalado, a coisa era fácil e simples: era só por o folhedo a arder. Como tal milagre não se opera por estes lados, só me resta levantar pó até às orelhas, borrar as mãos todas que até parece que andem numa mina de carvão estilo anões da Branca de Neve, espirrar quanto baste, e não ver fim à papelada.

.
.
.
.
.
.

...Segunda-feira continua. Acho que me vou mandar do 4.º andar até cá abaixo --'


1 comentário:

  1. Habitua-te! Quando fores grande vais ter um só para ti, para tu arrumares.

    ResponderEliminar

Sê bem vindo!! Achaste este post tão maravilhoso como a sua autora? Ou tão alucinado da mona? Sente-te à vontade para deixar o teu contributo. Responderei assim que possível. Obrigada pela visita e volta sempre =)