quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Hoje tiraram o dia para me traumatizar...

A coisa é bastante simples: o dia de hoje está a correr-me mal como a m*rda.

Ainda há mais ou menos uma hora descobri que tirei a nota mais miserável da minha vida académica. Por incrível que pareça, das piores cadeiras para se ter neste santo curso são: Direito Fiscal I e II. Nem sequer são cadeiras de Direito de jeito, mas como temos o melhor fiscalista do mundo como docente (palavras do próprio), a fasquia tem que ser mais alta... claro está.

Consegui fazer Fiscal I à primeira, em oral, ainda estava eu no segundo ano. Ano passado não consegui passar a Fiscal II... e estou a ver a coisa a repetir-se. O pior de tudo é que este ano sou finalista, e não queria nada ter que andar cá mais um ano por causa de uma ou outra cadeira.

A verdade é que as matérias não são difíceis. Há cadeiras bem mais trabalhosas e que exigem de nós muito mais que isto. A questão é que não sei que método de correcção é aquele em que eu tenho a certeza que tenho 3 das 5 perguntas do teste certas e tenho uma nota de 4,4 valores, ou coisa que o valha. Isso e darem-nos apenas uma hora para fazer a dita prova que tem, relembro, uma hora de duração, sem tempo suplementar. Sinceramente, acho que eles gostam de dizer todos os anos que chumbas 80% dos alunos inscritos, juro que acho. Devem até fazer competições quem chumba mais pessoal entre os docentes.

Para piorar ainda mais a situação, amanhã era o segundo teste parcelar a Fiscal II, e agora já nem vou à prova, descobri que perdi três dias a estudar para aquilo quando na sexta-feira tenho outro teste, este de Direito do Trabalho. Ou seja, em vez de estudar para aquilo que realmente interessa agora, como pensei que ia tirar boa nota a Fiscal II, multipliquei-me em horas de estudo para nada. É que até parece que estão mesmo a gozar com a nossa cara ao nos dizerem que as nossas notas são miseráveis e que perdemos tempo a estudar para Fiscal II para nada...

Enfim. Para aligeirar a desgraça, vou-vos contar como o stor de Direito Executivo desceu hoje na minha consideração. E a pique. Estava ele a explicar um exemplo na aula, quando se sai com a coisa mais degradante que por aquela boca já deve ter passado... O caso era qualquer coisa como isto (vou simplificar a coisa para vocês perceberem): A era credor de B, porque este último tinha uma dívida para com o primeiro. B não pagou, logo A entrou com um processo de execução para penhorar bens de B, para que a dita dívida lhe fosse paga, penhorando uma casa. Mas B era casado com C em regime de comunhão de bens, o que fazia com que todos os bens de cada um deles fossem de ambos. Então C deveria fazer umas determinadas coisas para não ser lesada, já que como iam penhorar a casa, que também era sua, saia prejudicada. Blá blá blá, e C tinha que andar a "seguir B para todo o lado" por causa dos bens e mais não sei quê. E é então que o stor remata com esta: "Se isto fosse a Casa dos Segredos, era como o João e a Fanny".

Juro mais uma vez que há coisas que não entendo... Primeiro, porque para além de docente é também advogado, e não sei como é que arranja tempo para ver o que quer que dê na televisão. Segundo, porque até tinha o homem em boa conta, e não sei porque carga de água ele vê uma coisa tão estúpida como aquele programinha de caca... Enfim ^2.

5 comentários:

  1. Força menina. Estamos contigo... Eu, a minha barriga e cada um dos meus fios de cabelo ^^

    ResponderEliminar
  2. ri-me com a do prof de executivo mas nao gostei nada disso de fiscal:s mas força vais fazer a cadeira pega!!!

    ResponderEliminar
  3. vai lá falar com o homem!!!!
    Reclama!
    Pede uma revisão à prova!

    ResponderEliminar
  4. Heartless - Eu sei que sim foufinho ^^

    Corina - Não são, é verdade... mas há um limite para tudo! =P

    Pops - É que nem vou falar de Fiscal pega! Mas bem que era escusado o stor Marco falar daquilo... fica-lhe mal xD

    Xs - Não adianta pedir revisão à prova nem falar com o pavão inchado que é o stor. Excepto se não quiser acabar o curso... Ai posso espernear à vontade por minha conta e risco. Com aquele fulano não vale mesmo a pena =/

    ResponderEliminar

Sê bem vindo!! Achaste este post tão maravilhoso como a sua autora? Ou tão alucinado da mona? Sente-te à vontade para deixar o teu contributo. Responderei assim que possível. Obrigada pela visita e volta sempre =)